Notícias

Metalfrio Solutions divulga crescimento de 83,7% da Receita Líquida, com R$ 113,9 milhões no 1T07 comparado ao 1T06.

São Paulo, Brasil, 15 de maio de 2007 - A Metalfrio Solutions S.A. (“Metalfrio”) (Bovespa: FRIO3), uma das maiores fabricantes mundiais de equipamentos de refrigeração comercial do tipo Plug-in, líder neste segmento na América Latina, anuncia hoje seus resultados do 1T07. As informações financeiras e operacionais a seguir, exceto onde indicado, são apresentadas de acordo com a legislação Societária Brasileira e em Reais (R$), e as comparações referem-se aos resultados do 1T06.

Durante o 1T06 os resultados da Metalfrio Solutions S.A. não contavam com a consolidação de suas subsidiárias. As operações de assistência técnica da Life Cycle, operações na Dinamarca, Rússia, Turquia e Estados Unidos, só passaram a ser consolidadas a partir de dezembro de 2006, quando tais empresas tornaram-se subsidiárias da controladora Metalfrio Solutions S.A. Desta forma a comparação dos números consolidados de 1T07 com o mesmo período de 2006 deve ser feita com cautela.

Destaques do Período

- Aumento de 83,7% da Receita Líquida consolidada com R$113,9 milhões no 1T07 contra R$62,0 milhões no 1T06.

- Aumento acima do esperado para as vendas da operação Brasileira de 36,0% da Receita Líquida para R$84,3 milhões no 1T07 contra R$ 62,0 milhões no 1T06.

- Aumento de 59,0% do Lucro Bruto, de R$9,8 milhões no 1T06 para R$15,5 milhões no 1T07.

- Redução de 1,9 p.p. nas Despesas com Vendas em relação à Receita Líquida, de 8,5% no 1T06 para 6,6% no 1T07.

- Redução de 1,0 p.p. na participação do SG&A em relação à Receita Líquida, de 11,5% no 1T06 para 10,5% no 1T07.

- Aumento de 108,1% do EBITDA ajustado1 da operação Brasil para R$7,9 milhões no 1T07 contra R$3,8 milhões no 1T06, com aumento de margem de 6,1% para 9,2%. Não houve neste período ajuste derivado da apropriação de incentivo fiscal, sendo que os créditos gerados foram diferidos para aproveitamento futuro. O ajuste do EBITDA deveu-se a despesas não operacionais, principalmente provisão de despesas com o IPO.

- Crescimento de 24,8% do EBITDA ajustado consolidado, de R$4,0 milhões no 1T06 para R$5,0 milhões no 1T07.

- EBITDA negativo nas operações européias de R$1,4 milhão em função da baixa estação com o inverno Europeu e do atraso no ramp-up da operação de nossa planta na Turquia, principalmente, e também em nossa planta Russa que iniciaram operações neste 1T07.

Para maiores informações, clique aqui.